Restauração Passat GTS Pointer 1986 #07

“Hoje o mecânico baixou o motor para ser mais facil de mecher na frente do Passat, estava sem a parte elétrica e nem dava mais pra dar a partida ao mesmo.

user posted image
user posted image
user posted image
user posted image
user posted image
Alguém tem uma foto de como é essa longarina? É a do lado direito (passageiro), já devem ter tirado o motor do Passat e quando viram que o escapamento não entrava meteram marreta. thumbdown.gif
user posted image

Obrigado pela ajuda.

VI Rally Estrada União e Indústria

Creio que seja unânime, ou quase, entre os proprietários de carros antigos que o maior prazer que se pode ter com eles é curtir uma estrada tranquila. Melhor ainda se for na companhia de outros antigos…

E no último final de semana aconteceu a sexta edição do Rally Estrada União e Indústria, prova que já tive o prazer de participar em 2006 como navegador (e de Passat, claro). Vale ressaltar que a Estrada União e Indústria, que liga as cidades de Petrópolis (RJ) e Juiz de Fora (MG) é a rodovia mais antiga do país, tendo completado 150 anos em 2011. O evento, antes de ser uma competição, é uma diversão para os competidores. Terminar em uma boa colocação é ótimo. Mas participar e se divertir, tanto faz em que colocação terminar, é melhor ainda.

O portal AutoClassic publicou a cobertura completa do evento, com as sempre excelentes fotos da Teresa Gago. E entre os 32 carros que participaram, lá estava um impecável TS 1977 que veio diretamente do Rio Grande do Sul para abrilhantar o evento. De aperitivo, seguem as duas fotos abaixo. Mas não deixem de conferir o restante no portal AutoClassic.

 

Passat do leitor #06

Na última semana celebrou-se o dia dos avós. Este blog, como era de se esperar, não poderia deixar a data passar em brancas nuvens. Entretanto era preciso selecionar uma bela história.

E por meio das redes sociais conhecemos a história do nosso amigo gaúcho, Daniel Premaor e seu Passat LS 1975.

O Passat LS 1975 ainda na casa dos avós do Daniel Premaor nos tempos de placas amarelas.

O carro pertenceu ao seu avô e se não bastasse a boa conservação ainda foi objeto de uma primorosa restauração que cuminou com a certificação e posterior mudança de categoria para colecionador, com placas pretas.

Passat após a restauração e as placas pretas.

Mais do que restaurar e preservar o Passat, Daniel resgatou a história de sua família por meio da conservação do modelo.

Temos certeza que seu avô sentiu-se homenageado nesse dia, Daniel.

A eficácia da vistoria anual no RJ

O Rio de Janeiro foi o primeiro estado do Brasil a obrigar todos os motoristas a levarem seus carros para uma vistoria anual de seus itens de segurança e emissão de gases poluentes, para que apenas com o veículo aprovado os documentos atualizados fossem emitidos.

O fato é que a vistoria anual, que talvez até tenha sido idealizada com boas intenções, nunca surtiu o esperado efeito de retirar das ruas os veículos que não estejam em  condições seguras de circulação. Além do péssimo atendimento que somos obrigados a enfrentar nos postos do Detran, perdendo horas de trabalho e sendo recebidos muitas vezes por vistoriadores despreparados e que muitas vezes não conhecem a fundo a legislação que devem seguir, o que aconteceu de fato foi o aumento da inadimplência do IPVA (afinal, se o carro não vai passar mesmo na vistoria, muitos proprietários nem consideram mais o pagamento), aliada a nova forma de arrecadação ilícita das autoridades que deveriam atuar na fiscalização. Sem contar os inúmeros veículos oficiais, pertencentes ao próprio Estado ou a prefeituras, que rodam em péssimas condições e sem vistoria. E não podemos deixar de mencionar que todo ano é cobrada uma taxa de vistoria que engorda os bolsos do Estado.

O jornal O Globo publicou hoje, através do colunista Ancelmo Gois, fotos de um caso extremo que demonstra a falta de eficácia da legislação fluminense. Um velho Gol 1984 circulando em péssimo estado de conservação e sem portas, pela cidade do Rio de Janeiro. Como se já não fosse suficiente, o mesmo carro seguiu em direção a Ponte Rio-Niterói, de competência federal, chegando a cidade de Niterói e provavelmente se dirigiu a cidade de São Gonçalo, onde ele é (ou era) emplacado. O motorista flagrado ainda debocha, com a certeza da impunidade.

As fotos são de propriedade do jornal O Globo e a notícia da coluna do Ancelmo Gois pode ser acessada clicando aqui.

E lá vou eu, sofrer pra agendar a vistoria do meu Iraque e me submeter a boa vontade dos funcionários pra decidirem se sou ou não digno de circular com ele por aí…

Restauração Passat GTS Pointer 1986 #06

MAis uma etapa da restauração. Quer saber como está esse carro atualmente? Participe do nosso fórum e confira o trabalho do nosso amigo Guilherme Deitos.

“Hoje levamos os bancos e os forros de porta para o tapeceiro, conhecendo o serviço do cara sei que vai ficar como novo:
Esse é o do motorista, tá bem detonado, quero ver como vai ficar daqui um mes: rolleyes.gif
user posted image

E os forros de porta, ele vai trocar o papelão atras:
user posted image
Por hoje é isso, amanhã talvez a lata tenha algum progresso. “

Avenida Brasil

Domingo também é dia de novela… Pelo menos por aqui, quando envolve a participação de um Passat. Apesar de muitos torcerem o nariz, as novelas também podem ser ótimas opções para ver carros interessantes. Nada melhor, em uma sala de espera de consultório médico durante o “Vale a pena ver de novo” de uma novela de época, esperar o tempo passar olhando os velhos Ford e Chevrolet que são usados pra fazer as cenas externas.

No último dia 06 de junho, a novela global “Avenida Brasil” mostrou, durante um flashback do personagem de Cauã Reymond sobre sua infância, um belo Passat azul (aparentemente um LS 83 ou 84). Na cena, a vilã Carminha, interpretada pela atriz Adriana Esteves, chega ao lixão que faz parte da trama dirigindo o Passat, para em seguida abandonar seu filho.

Semanas antes, a mesma personagem havia forjado o próprio sequestro, sendo levada também em um Passat. As imagens abaixo são, claro, da Rede Globo.

Outras participações de Passat em novelas são conhecidas, como em “Celebridade”, onde o Passat aparece de maneira nada elegante, sendo usado um exemplar não muito conservado como um castigo ao vilão interpretado por Fábio Assunção, que é obrigado a usar o carro para ir ao trabalho, no lugar de sua novíssima BMW. Recentemente um Passat foi usado no seriado “Louco por Elas”, estrelado por Eduardo Moscovis.

Lembra de outras aparições de Passat em novelas ou programas na TV, para estrelar em nosso blog?

Iluminação: estética ou funcionalidade?

Vivemos uma época estranha, onde a iluminação de um carro virou adereço. Muitos andam na cidade usando apenas as setas como iluminação, ficando menos visíveis para outros motoristas, principalmente pelos retrovisores. Alguns ainda fazem questão de passar a iluminação do carro dos faróis para as setas. Outros instalam lâmpadas fortes, de cor branca ou azulada, cujo facho espalhado ilumina até a copa das árvores (pode ser usado pra caçar micos), mas pouco ilumina as vias e ainda ofusca os demais motoristas. A maior mania de todas atualmente, e a que menos consigo entender a lógica, é usar as lanternas em conjunto com os faróis de neblina… sem que exista o menor sinal de neblina.

Farol não é decoração. Não é pra ser bonito ou feio. Farol é pra iluminar, ponto. E sem cegar quem venha em sentido contrário ou quem te veja pelo retrovisor. É possível melhorar a iluminação dos faróis, trocando as lâmpadas originais por outras, de boas marcas, cujo facho seja possível regular para ser de fato eficiente. Ou mesmo trocando os velhos faróis com o fundo já escurecido e sem cromo por faróis novos. Não é raro que faróis originais bem regulados iluminem tanto ou mais do que kits xenon de baixa qualidade ou outras alterações feitas quando se busca a estética em primeiro plano. Mas na maioria dos casos a escolha é sempre pela estética (de gosto muitas vezes duvidoso), mesmo que isso prejudique a própria visibilidade e a dos demais motoristas.

Por isso, imagens como esta infelizmente continuarão acontecendo…

Propaganda da Osram – 1981

O 500.000º Passat

Foto na linha de produção da Volkswagen do Brasil, motrando o Passat de número 500.000 produzido no país. Onde estará este carro? Terá algum registro sobre seu destino? A foto também não possui registro do ano. Seria em 1979? 1980?

Restauração Passat GTS Pointer 1986 #05

Hoje fui lá dar uma olhada, sexta feira tiramos o painel, caixa de ventilação e desligamos a elétrica, na lata não foi feito muita coisa pois só chega amanhã uma peça da soldadora que estava faltando, ai vão umas fotos (desculpem a qualidade, esqueci a camera):
Parte enferrujada na janela já removida:

Paralama, já começamos a tirar o emborrachamento:

Sem o Painel:

Paralama e guitarra lado do motorista, bem melhor que o outro lado:

Cidadão do mundo: Alemanha

Passat L 1975. O carro foi registrado em 04 de setembro de 1975 e permaneceu com o mesmo dono até 18 de dezembro de 2003.

http://www.ebay.de/itm/VW-Passat-L-TYPE-32-Bj-1975-1-Serie-ab-1Euro-Oldtimer-Youngtimer-Raritat-/180728756824?pt=Automobile&hash=item2a1445fa58

Restauração Passat GTS Pointer 1986 #04

Pelo menos ainda quando estava lá chegaram as rodas da reforma para não ficar só na parte ruim. rolleyes.gif

Com elas pintadas da mesma cor (não sei se é preto onix, que é como o Edivaldo falou que é o certo quando eu ja tinha mandado fazer, tinha 3 pretas e 2 dessa cor, meu pai falou que as do que ele teve eram assim, então foi tongue.gif ), ficou mais dificil de ver as diferença na largura dos raios, na foto talvez não de pra notar tanto, mas dá pra ver uma diferença com elas na frente.