O Dacon do Renato Gaúcho

Ok, o post futebolístico desta quarta-feira nada tem a ver com o Fluminense… Mas o Renato Gaúcho, personagem central da história de hoje, além de ter surgido para o Brasil (e para o mundo) no Grêmio, sendo um ídolo do clube de Porto Alegre, fez história nas Laranjeiras como jogador e também como técnico. Renato também teve passagem por outros clubes brasileiros, como Botafogo, Cruzeiro e Flamengo, além de uma rápida passagem pelo italiano Roma. Terminou sua carreira de jogador no Bangu Atlético Clube, time de poucas glórias, mas que conta com a simpatia dos torcedores cariocas.

O video abaixo, velho conhecido de muitos passateiros, mostra uma discussão entre Renato Gaúcho e torcedores do Grêmio em 1984, após um empate do tricolor gaúcho em 1 x 1 com o São Borja, pelo campeonato estadual. Ao ser chamado de mercenário por parte da torcida, Renato desce do seu Passat Dacon (azul, como deve ser todo carro de jogadores gremistas para cair nas graças da torcida) para tirar satisfação.

Em uma entrevista a ESPN Brasil, o fanfarrão Renato Gaúcho contou que em certo dia de novembro de 1983, às vésperas do Mundial daquele ano, chegou ao treino atrasado e cantando pneu no estacionamento do Olímpico. O presidente Fábio Koff viu a cena e mandou chamá-lo imediatamente. Ao entrar na sala do presidente, Renato ouviu do presidente do clube que era um absurdo um jogador chegar daquela maneira ao clube e por isso seria multado em parte do seu salário. Inconformado, Renato volta a sala do presidente após o treino, dessa vez acompanhado pelo técnico Valdir Espinosa. Propõe ao presidente retirar a multa caso o Grêmio fosse campeão mundial. Proposta aceita. Malandro, Renato então pergunta “Presidente, e se formos campeões com um gol meu, o senhor dobra o meu salário?”. Fábio Koff prontamente aceita. Renato continua: “Presidente, se eu fizer dois gols, o senhor triplica o meu salário?”. “Você é maluco, Renato! Sai daqui!”, foi a resposta ouvida. A história que veio depois é conhecida de todo torcedor do Grêmio e de todos que gostam de futebol.

Ah… O carro da história é um Passat. Possivelmente o mesmo que aparece no video.

Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Deixe uma resposta