Hoje não, hoje não… Hoje sim, hoje sim.

Esperar pouco de alguém nem sempre deve ser sinônimo de pessimismo. Por vezes esperar o pior das pessoas nos traz uma enorme surpresa quando algo positivo é mostrado, ao passo que esperar o melhor de alguém pode ser muito mais decepcionante do que não depositar confiança sempre.

A VW do Brasil tem se empenhado em vincular sua história aos produtos atuais, como ocorreu com o retorno do nome Voyage, às ações em torno da Kombi nos Salões do Automóvel e recentemente pela adoção do nome/apelido nacional do VW Sedan (Fusca) a um produto e imagem, o Vw Fusca 2013.

Também causou surpresa a comemoração dos 60 de Brasil da empresa, mostrando um VW Passat 1976 e ressaltando a inovaçãoao adotar o arrefecimento do motor por meio de água, no lugar do então tradicional sistema a ar.

Poderíamos pensar que a VW resgatou sua história e tem olhos para seu próprio passado. Poderíamos gritar que hoje ela não ia pisar na bola, lembrando corretamente dos seus próprios passos. Poderíamos ficar felizes ao ver um carro nacional antigo retratado numa propaganda de um produto novo. Hoje não, hoje não seremos decepcionados…

564552_10151506503409438_1584805481_n“Hoje sim, hoje sim… é inacreditável.” Já disse Cleber Machado no passado:

Alguém buscou uma imagem na internet e nem se deu ao trabalho de pegar belas fotos de um Passat nacional. Não, colocou um modelo cujo facelift, embora oferecido para o mercado europeu e americano, nestas terras só foi objeto de estudos e jamais foi produzido aqui.

E a mensagem não poderia ser pior, afinal, só os Alemães poderiam fazer o novo Passat, o que reflete a situção atual da marca, que não produz modelos atuais e sofisticados no nosso país, importa da Alemanha e do México seus modelos mais caros e tecnológicos.

2 comentários em “Hoje não, hoje não… Hoje sim, hoje sim.

  • 1 de Abril de 2013 em 9:58
    Permalink

    Estava muito bom para ser verdade…. decepcionante. 🙁

    Resposta
  • 2 de Abril de 2013 em 9:30
    Permalink

    Uma “aula” de como estragar uma boa idéia. Melhor dizendo, um trabalho mau feito. Lamentável!

    Resposta

Deixe uma resposta