Paulo no Passat

As figuras políticas do populismo geram sentimentos opostos. Há quem ame, há quem tenha ódio. Passar indiferente, jamais. O doutor Paulo Salim Maluf é uma das figuras políticas mais curiosas e polêmicas e não poderia passar em branco no blog.

Foto: Luiz Cesar Barbosa
Foto: Luiz Cesar Barbosa

Político que dominou o cenário paulista por anos, continua com seus fiéis eleitores e com alguma força política. Maluf é apreciador da marca Porsche e conta com alguns modelos em sua garagem.

AH1294170566x4752
Foto: www.estadao.com.br

Na briga para ser o primeiro carro nacional a álcool em produção, a Volkswagen do Brasil preparou o Passat para essa tarefa. Com o motor de 1500 centímetros cúbicos e carburação simples, o Passat enfrentava o pioneiro Fiat 147, num teste realizado pela revista 4 rodas em 1979.

69216_361336630594407_1070685696_n Motores 1.5 Álcool na Ala 5. Foto: Luiz Cesar Barbosa
Motores 1.5 Álcool na Ala 5. Foto: Luiz Cesar Barbosa

Embora o Passat tenha sido o pioneiro na VWB e tenha sido o primeiro médio a receber o combustível vegetal, o Ford Corcel obtinha melhores números de venda e mais elogios os proprietários com seu motor 1600.

Vale lembrar que para a linha 1981 a VW oferecia o Passat TS 1.5 álcool, que durou apenas esse ano, pois para 1982 o Passat recebia o motor 1.6 em todos os modelos da linha, já convertido para álcool, antes do motor MD 270 e do AP 600 e AP 800, motores que também consumiam álcool. O combustível dominou as ruas e os tanques dos carros nacionais por uma década.

O primeiro de Taubaté

Primeira postagem com a contribuição do Vlamir Garcia, entusiasta da história da Volkswagen do Brasil e que possui um material inacreditável. Um foto da primeira unidade produzida na fábrica de Taubaté.

taubate_1278

Street View na serra

Amigos, infelizmente há épocas em que o ritmo precisa diminuir para que se dê prioridade aos compromissos de trabalho. Peço desculpas pelo blog já empoeirado por falta de novidades, mas vamos tentar voltar ao ritmo normal.

E voltando com outro Passat encontrado no Street View e também na cidade de Teresópolis, na serra fluminense, assim como o último carro desta seção, que foi aquele Passat 4M. Os carros aparecem até bem próximos e na verdade este foi o primeiro que encontrei.

Na cor Vermelho Fênix, tem jeitão de GTS Pointer, mas por conta dos frisos cromados dos vidros eu arriscaria dizer que é um Village ou Special. Seja qual for a versão, parece um exemplar bem conservado.

gsv_tere01 gsv_tere02 gsv_tere03

Passat 4M no Street View

Desde que comecei a reparar nos Passat que por acaso aparecem no Street View, fico me perguntando se algum Passat 4M deu a sorte de ser registrado pelas câmeras do Google. O meu eu sei que não foi, pois durante o registro das imagens ele hibernava em uma garagem. Cheguei a procurar em locais próximos de onde eu conheço outros exemplares, como Curitiba e Poços de Caldas, porém sem sucesso. Ok, tenho certo interesse por esta versão. Tento até não ser chato aqui no blog e também em outros meios de comunicação da Home-Page do Passat, variando um pouco os assuntos e tentando não cair no erro de exagerar em uma versão específica.

Mas estava eu, sem compromisso “passeando” pela simpática cidade de Teresópolis, na região serrana aqui do Rio de Janeiro, quando vejo um Passat com algumas características conhecidas, apesar de um tanto descaracterizado. Circulei o carro pelas imagens, o quanto foi possível, e minha única conclusão é a de que é mesmo um 4M.

Os faróis dos TS e LSE estão lá… A cor, cinza grafite metálico, também. Os pára-choques infelizmente foram trocados e os frisos da grade sumiram, o que não é nada incomum nos Passat de uso normal. Fui conferir e… é um 3 portas! Apesar da pintura preta da tampa ter sumido também. E ao redor dos vidros laterais, a pintura preta característica dos 4M. Há outros itens trocados ou diferentes do original, mas creio que os itens já sejam suficientes pra determinar a versão deste Passat.

As imagens extraídas do Google estão aí…

gsv_4mtere01 gsv_4mtere02 gsv_4mtere03

Jardim de Passat – Parte 1

Fotos incríveis enviadas pelo amigo Marcello Maia, que mostram o making of de um ensaio fotográfico produzido pela Almap (agência de publicidade que há décadas tem a Volkswagen do Brasil como cliente). A agência entrou em contato com o Clube do Passat em São Paulo e selecionou 4 carros para o ensaio, que aconteceu no belíssimo Jardim Botânico de São Paulo (já anotei como ponto turístico para quando eu for visitar os amigos de lá).

Os Passat escolhidos foram o LS 79 do Marcello, o TS do Vinícius Formigoni, o LSE “Iraque” do Danilo Trevisan e o 1975 4 portas do Fábio Macedo. E a escolha destes exemplares foi muito feliz, pois a variedade de cores e modelos deu um tom especial às imagens.

No final das contas, a agência não aprovou o projeto criado pela equipe. Porém, isso não tem o menor problema, já que temos o prazer de apreciar agora algumas das fotos feitas nesse dia. Depois tem mais…

almap01 almap02 almap03 almap04 almap05

Mais uma do vencedor

O vencedor do Concurso Fotográfico da Home-Page do Passat recebeu o livro em casa e tirou mais uma foto digna do concurso… Além da foto, o Pedro Ruta Jr. escreveu algumas palavras que merecem ser lidas:

“Essa semana o meu TS recebeu um grande presente.

Fiquei muito feliz pela premiação do Concurso Fotográfico da HP do Passat, e também muito surpreso pelo resultado!

Como havia dito a algumas pessoas, ele ainda tem muito chão para retornar como veio ao mundo, nem se compara com muitos carros que vemos por aqui, sempre impecáveis em todos os detalhes, mas mesmo assim é um carro muito especial para mim.

Não existe significado pelo qual um monte de ferro e borracha mexe com os sentimentos de alguém, assim como não existe valor pelo qual ele se enquadre. Para muitos, é apenas um velho VW Passat 1982 cheio de ferrugem, barulhos, que vaza óleo e cheira a gasolina quando fica na garagem, mas para mim, é algo que não se pode explicar, tampouco pode se vender.

Como prometi, esse livro será unicamente DELE. Vai ficar com ele, para onde ele for, pois tudo que está dentro deste livro faz parte não só da história de todos nós aqui da HP do Passat, mas também da história dele próprio.

Deixo aqui o muito obrigado do meu amigo de 4 rodas, que aos poucos está ganhando detalhes que acabaram se perdendo por conta dos seus 31 anos de pleno funcionamento, e que agora está recebendo novamente a sua merecida juventude!

Grande abraço a todos!”

 

pedro_livro