As figurinhas difíceis da linha 78

Ontem publiquei uma foto no meu perfil pessoal e no grupo do Facebook da Home-Page do Passat. Era apenas a foto de dois Passat em uma garagem. Uma foto tosca e sem qualquer preparo, com direito a uma capa enrolada por cima de um dos carros. Mas o pessoal gostou… A foto foi parar até em alguns perfis (sem nenhum crédito), compartilhada por aí. Parece que agradou mesmo. Portanto, seria injusto não publicar a foto aqui também, para os amigos que não acessam o Facebook.

A imagem mostra dois dos representantes mais raros da linha 1978: um Passat Surf e um Passat 4M. Faltou, como bem lembrado pelo amigo Marcelo Nadólskis, um Passat LSE pra fechar o trio das versões daquele ano que hoje em dia são muito difíceis de encontrar por aí, em qualquer estado de conservação.

surf4mO Passat Surf não é meu. “Apenas” tive a grande honra de levá-lo pra casa após sua compra por um amigo. Por aproximadamente 1 mês, terei o prazer de ver esta cena todos os dias. Depois disso, o carrinho seguirá para a casa do seu novo e feliz proprietário, sendo restaurado como deve.

Fica o registro…

Surfando no Passat Surf

Um Passat Surf da safra 1979-1982 fazendo o que o nome da versão sugere, na pista de testes da VW na unidade do bairro do Ipiranga, na cidade de São Paulo.

A imagem foi disponibilizada pelo Vlamir Garcia, um verdadeiro apaixonado pela VW do Brasil e responsável por uma saudável troca de informações importantes e pouco conhecidas através do grupo que criou no Facebook, o Memória Volks BR.

surf_testevw

Surf na rua

O Abel Souza estava caminhando pelas ruas do Rio de Janeiro, quando avistou um Passat bege. Ele não tinha alguns detalhes, faltavam uns frisos, tinha um retrovisor dos modelos 83 em diante do lado direito e o original do lado esquerdo… Mas parecia bem íntegro.

surfrj01 surfrj02Chegando mais perto, ele percebeu os frisos pretos, os pára-choques pretos… Olhou para o interior e confirmou sua suspeita. Estava diante de um Passat Surf! Dei uma conferida pelo site do Detran e o Passat é de 1981. Está com a documentação atualizada, o que é muito bom e demonstra um certo cuidado do proprietário. E o mais interessante é que ele realmente está cadastrado como Passat Surf, o que pelo menos aqui pras bandas fluminenses é bem raro, dado que com o passar dos anos o Detran foi cortando a versão dos documentos mais antigos e muitos são cadastrados apenas como “Passat”.

surfrj03O Passat Surf vendeu relativamente bem na sua época. Era a versão mais barata, sem alguns “luxos” como o relógio no painel. Mas tinha o principal: era um Passat. Hoje, certamente pela descaracterização dos exemplares ao longo dos anos, acaba sendo bem raro de ser encontrado. Talvez ainda existam muitos por aí, que nem os donos saibam que é um Surf pelas mudanças que sofreu. Mas pelo menos esse ainda é perfeitametne identificável. E com pouco trabalho ficaria muito original de novo.

Ipanema, anos 70

Mais uma bela foto que o amigo Matheus Marques, caçador de relíquias, me indica… A praia de Ipanema, Rio de Janeiro, com um colorido então tradicional no trânsito. Pelos carros (Variant II, Fiat 147, Passat anteriores a 1979), tudo indica que a foto foi tirada no final dos anos 70. Em uma das esquinas, com a placa indicando o nome das ruas, uma propaganda do clássico Guaraná Taí (acho que eu era um dos poucos que gostava desse guaraná).

E estacionado ali no canteiro central, seria um raro Surf 1978? E, mais raro ainda, vermelho?

A imagem foi publicada na página do Facebook do Praia Ipanema Hotel.

Surfando em São Paulo

Um Passat Surf não é um modelo muito fácil de se ver por aí… Um Passat Surf com pouco mais de 20.000km rodados, menos ainda. Pois assim é o Surf 80/81 do meu amigo Flavio Gomes, que deve fazer muita gente virar o pescoço quando dá umas voltas por aí… Tive a felicidade de conhecer esse carro no Blue Cloud de 2008, no primeiro evento em que os Passat foram convidados. O Flavio deu uma grande força pra gente e, mesmo com sua conhecida paixão pelos DKW, deixou sua frota de 2 tempos em casa e viajou de Passat Surf.

E hoje foi dia de botar o Surf pra rodar, conforme relatado por ele mesmo em sua conta do Twitter, com direito a algumas fotos, que publico abaixo.

A grande dúvida do Flavio hoje é a seguinte: manter as rodas de Variant II, que já estavam instaladas quando o carro foi comprado, ou montar as originais grafite de aro 13″, que estão devidamente guardadas no porta-malas?

Eu sou meio chato com isso… As rodas de Variant II são lindas. Mas as grafite originais fazem parte das características marcantes do Passat Surf. Por mim, saem as de Variant II (que podem muito bem ser usadas futuramente de novo, pra mudar o visual de vez em quando) e entram as originais.

E vocês? O que acham?

Pegue a nova onda!

As fotos acima foram divulgadas recentemente pela concessionária Corujão de Curitiba, e mostram o então recém lançado Passat Surf, modelo 1978, no show-room da concessionária.

Atualmente, os modelos Surf em seu estado original são bastante raros. E no modelo 78 como o da foto é ainda mais raro.

Quem não gostaria de surfar nessa onda?

Nos classificados…

Como seria bom abrir um caderno de classificados do jornal de hoje e ver anúncios como esses, hein? Passat TS, Dacon, LS, Surf… Tempos que não voltam mais, mas que quem vivenciou não esquece.

Retirado dos classificados do Jornal do Brasil do dia 03 de dezembro de 1980.