Home / Lendas / As séries (nada) especiais

As séries (nada) especiais

Todo mundo já se deparou com alguma história de um modelo especial, cujo número de unidades produzidas foi muito baixo, e contada com ar de verdade absoluta pelo proprietário ou algum entusiasta, apesar de não ter nenhuma explicação lógica ou registro onde quer que seja. O caso do Passat Pointer GTi, alardeado durante anos e que felizmente esfriou, é o mais emblemático na nossa área. Conheci até quem jurava ter visto um dos exemplares. Mas… foto que é bom, né?

Outro bom exemplo é que quase todo carro tem, aos olhos dos mais deslumbrados, uma “Série Prata”. Está certo, alguns modelos tiveram mesmo. Numa puxada rápida de memória, o Ford Landau em 1976 e o Fusca em, salvo algum engano, 1980. Porém não é tão raro alguém enfeitar um anúncio dizendo “Raro modelo Fulano da série prata, com poucas unidades produzidas em 1542 sob ordem do Império Neozelandês”. E a grande característica dos modelos anunciados é somente a cor prata, disponibilizada na linha daquele ano e para aquele carro.

O passateiro Saymon Machado encontrou uma nova pérola entre as séries especiais que nunca foram especiais. Acabamos de descobrir que a Volkswagen, logo após o lançamento da linha 79 do Passat, uma das mais importantes de sua história e que o manteve em seu período de maiores vendas, resolveu retroceder por um breve momento e produziu 5000 unidades com a frente do modelo anterior.

Fico me perguntando de onde sai tanta criatividade da pessoa que inventou tal história e tanta ingenuidade de quem por ventura possa ter acreditado. Fico até imaginando um alto executivo da VW, ávido pelo aumento de vendas e por modernizar os produtos da empresa, ordenando que toda a linha de montagem seja revertida pra produzir o mesmo modelo feito nos 5 anos anteriores. E depois imagino os consumidores, igualmente sedentos por novidades, entrando na concessionária e escolhendo o modelo com cara de antigo pra levar pra casa. A cena pode parecer real em 2013, dependendo do gosto de cada um por um Passat mais novo ou mais antigo. Mas em 1979, certamente não.

Portanto, sempre tenha muito cuidado antes de acreditar em qualquer história mirabolante, mesmo que ela não seja contada logo após uma pescaria.

79modelo78

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

O recorte da discórdia

O recorte da discórdia

“Esse Passat é LS! Veja só o recorte do farol.” Se você nunca ouviu ou ...

12 comentários

  1. Ele tinha motor de Santana não é?

  2. E as ultimas 17 carrocerias aleatórias??? Nunca termos com saber quais os ultimos….

  3. Reinaldo Alves de Almeida

    a melhor dos ultimos anos hehehehe!

  4. Eu tenho um Passat Pointer que é dos primeiros nacionais com motor 1.8:
    https://lh4.googleusercontent.com/-MS62Hgi54iM/TXzj-x38tZI/AAAAAAAAAhE/_cHNDV9Z16k/s1600/prop_84gts.jpg
    As unidades, desse modelo, parece que foram comercializadas entre o meio do ano de 84 até o final de 84. Na NF do meu consta que foi comprado em setembro.
    Não sei quantas unidades ao certo foram fabricadas desse modelo, mas me parecem que foram bem poucas, até gostaria de saber a quantidade oficial, se alguém souber, agradeço.

    • Sim, Felipe. O GTS Pointer ganhou o motor 1.8 em meados de 1984 e permaneceu assim até o fim da produção. Quantas unidades foram feitas eu não sei dizer, mas certamente não é uma série especial.

  5. O pior de tudo, galera, é que a “criatividade” de outrora, que chegava a ser até curiosa, engraçada, agora está se tornando pura canalhice e falta de caráter por parte de alguns imb**is que se aproveitam do sonho de muitos em ter um carro especial na garagem, simplesmente para se enriquecer sem justo motivo. Sorte nossa que temos a hp para sempre aprendermos mais sobre os modelos do carro que tanto gostamos.

  6. Há um erro nesta informação, tenho informações fidedignas de uma fonte de confiança de um funcionário de alto escalão da VW da década de 1970, que não foram produzidas 5000 unidades e sim 4987 unidades exclusivas……

    Cada uma que temos de ler….. 🙂

  7. Grigorevski, realmente não é uma série especial, nem mencionei isso. Mas que saíram poucos saíram, pois Passat Pointer com motor 1.8, pára-choque de aço e relógios de vacuômetro, voltímetro e relógio no console central foram produzidos apenas nesses “meados” de 1984. A VW então aplicou a reestilização para o modelo de 1985, com pára-choque de PP, reestilizaão do painel, volante, tapeçaria, etc. e permenaceu assim até o fim da produção, salvo pouquíssimas modificações. Portanto, não acho certo colocar o 1.8 de 1984 na mesma “leva” do 1.8 de 1985 em diante, uma vez que são modelos bem diferentes. Acredito que tenham sido vendidos poucos Passat Pointer 1.6 1983/84 e menos ainda Passat Pointer 1.8 modelo 1984. Já o Pointer 1.8 de 1985 em diante é encontrado mais facilmente.

Deixe uma resposta