Home / Geral / Lá vem a noiva…

Lá vem a noiva…

Foram pouco mais de 800km (ida e volta) para prestigiar o casamento de um casal de grandes amigos. Apesar da distância que nos separa, desde que conheci o Edison e a Juliane, no Blue Cloud de 2008, em Caxambu, sempre tive por eles grande consideração e amizade, assim como tenho por outros amigos espalhados pelo Brasil, que infelizmente só encontro após grandes intervalos. Quase sempre os encontro em trio: Edison, Juliane e o Passat TS 1977, que foi um dos primeiros publicados aqui na área “Carro do Leitor”. A exceção foi um evento no Rio de Janeiro, quando participaram sem o TS e eu tive a oportunidade de dar uma carona no meu LSE.

Um belo dia, não lembro exatamente quando, a Juliane me disse: “No meu casamento, quero chegar no seu Passat!”. Por razões óbvias, me senti honrado… Tantos Passat impecáveis em São Paulo e eles escolheriam justamente o meu, em Niterói? O tempo passou e o dia chegou… O convite foi refeito e eu nunca poderia negar. Carro lavado e pé na estrada, vencendo os km entre Rio e São Paulo. No meio do caminho, tivemos também a companhia de outro Passat, o LSE 1986 do André Simas.

casamento_placaNa hora da cerimônia, o carro recebeu uma placa dianteira decorativa, com o nome dos noivos e a data do casamento. Noiva devidamente acomodada no banco traseiro, havia enfim chegado a hora da missão mais importante do LSE: levá-la até o noivo. O casamento aconteceu ao ar livre, sobre um belo gramado, onde todos os convidados poderiam ver a entrada da noiva. A entrada do Edison na cerimônia também não seria nada habitual. Ele chegou de Passat, dirigindo seu próprio TS, parou em frente ao longo tapete vermelho rosa (editado: devidamente alertado pela Juliane que o tapete não era vermelho… perdoem a cegueira) que passava convidados e saiu do carro para ir até o altar na companhia da sua mãe. Na hora da entrada da noiva, é bem possível que eu estivesse mais nervoso que a Juliane. Afinal, era muita responsabilidade… O LSE não podia falhar. E como ele nunca me desapontou, tudo correu dentro da mais perfeita ordem. A noiva chegou, sob os olhares de admiração dos convidados (para ela, claro, não para o carro, que era mero coadjuvante), se dirigiu ao altar e eu pude encostar o Passat e acompanhar emocionado o restante da cerimônia. Durante a festa, o TS e o LSE permaneceram ali, sobre o gramado, enquanto os convidados se divertiam no salão. E no dia seguinte, com os noivos tendo ido dormir no mesmo hotel, a garagem amanheceu mais bonita… Publicamos aqui algumas fotos pra ilustrar, mas futuramente receberemos as imagens oficiais, registradas pelos fotógrafos profissionais que acompanharam toda a cerimônia.

Foto: André Simas
Foto: André Simas
Foto: Mariana Menezes "Grigorevski"
Foto: Mariana Menezes “Grigorevski”
Em determinado momento da festa, alguns dos passateiros presentes se reuniram perto dos carros pra falar de... Passat! Foto: Artur Yamamura
Em determinado momento da festa, alguns dos passateiros presentes se reuniram perto dos carros pra falar de… Passat!
Foto: Artur Yamamura
O estacionamento do hotel, na manhã seguinte...
O estacionamento do hotel, na manhã seguinte…

Aos mais novos passateiros casados do Brasil, desejo toda a felicidade do mundo e uma união eterna, e tenho certeza que vocês terão tudo isso. Foi uma honra e um prazer ter participado deste momento e contribuído, mesmo que tenha sido apenas com um pequeno detalhe, com a cerimônia. E caso queiram, desde já deixo a data reservada pra levar o LSE novamente na comemoração das bodas de prata, em 2038…

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

La Passat Automatique - O Passat com câmbio automático

Passat automático 1974

O assunto de deste post desperta a curiosidade de parte dos admiradores brasileiros do Passat ...

8 comentários

  1. Meus sinceros votos de felicidade aos Noivos e parabéns pela celebração Passatística. Para os convidados em geral, a cena dos Passat deve ter sido surreal!!

    Parabéns a todos os envolvidos!!!

  2. Muito bacana !!!

  3. Fabio Bittencourt

    Meus parabéns aos noivos!!!…e é claro, aos Passateiros!!
    Muta paz prá todos!!!!!

  4. Ah, por isso você citou “caminho contrário” hehehe.

    Eu fiquei triste de não poder ter ido ao casamento do Edison, mas como já estava com pousada reservada, ficou complicado. Até tentei remarcar, mas infelizmente não deu.

    De qualquer forma, muitas felicidades ao casal, merecidamente!! André, tá sabendo que a casa deles já tem uma mini oficina?hahaha

  5. Muito legal, o casamento começou muito bem. 🙂

    Parabéns aos noivos e muitas felicidades nesta nova fase da vida e, também, aos Passat convidados que se comportaram com mérito. 🙂

  6. Muito legal mesmo…

    Parabéns aos noivos e que essa união seja eterna e com muita cumplicidade…

    Abraços
    Formigoni

  7. Sem palavras!!!!

    Eu sonhava com um momento muito parecido com esse, mas infelizmente os percalços da vida me impossibilitaram de viver uma situação semelhante. Por isso confesso que me emocionei com a bela história.

    Que Deus abençoe esse casal!!!

    Felicidades!!!

Deixe uma resposta