Home / Passat na Rua / Quem não tem cão… (a perua Passat improvisada)

Quem não tem cão… (a perua Passat improvisada)

Não é segredo e nem mistério pra nenhum admirador de Passat, que a VW preferiu produzir a Variant II por aqui (que nos deixou as suas rodas 14″ como legado, dirão alguns) no lugar de produzir a Passat Variant, que provavelmente seria uma concorrente mais forte frente a Belina, principalmente.

Então, na falta de uma legítima Passat Variant comercializada no Brasil, algumas empresas se encarregaram de transformar o Passat nacional em uma perua, para quem fizesse questão disso e tivesse dinheiro pra bancar uma transformação deste porte. As transformações realizadas pela Dacon e pela Sorana foram as mais famosas, porém o número de unidades transformadas é desconhecido e certamente bem reduzido.

Tampa traseira da Dacon transformava o Passat 3 portas em perua
A rara tampa da Dacon que transformava o Passat em algo próximo a uma perua, em um sobrevivente na cidade de Itatiba – SP.

Um jeito mais simples, rápido e barato de ter a sua própria Passat Variant no Brasil também foi comecializado pela Dacon. No lugar de cortar toda a parte traseira de um Passat, o que envolveria também a pintura completa do carro, bastava usar um Passat 3 portas e trocar sua tampa traseira por outra, devidamente confeccionada para dar um espaço maior no compartimento de bagagem e uma aparência que lembrava a de uma perua, já devidamente pintada na mesma cor do carro.

 

Falamos um pouco sobre isso, juntos aos mestres Alexander Gromow e Hugo Bueno, neste artigo no site Autoentusiastas.

Tampa traseira da Dacon transformava o Passat 3 portas em perua

A troca da peça era simples e levava pouco tempo. O custo era obviamente bem menor, porém o resultado estético era um tanto controverso. Talvez por esse motivo, o uso desta tampa também não obteve sucesso e atualmente é uma solução menos conhecida do que as transformações citadas no início deste post.

Tampa traseira da Dacon transformava o Passat 3 portas em perua

Uma destas raras “Passat 1/2 perua” sobreviventes ilustra este post e foi flagrada na cidade de Itatiba – SP, pelo Rafael Finardi, dono do Impala 1960 mais bonito que eu já vi. Segundo o Rafael, o carro pertence a um pedreiro e como podemos notar provavelmente é utilizado no trabalho, o que não deixa de ser interessante pois é um carro que continua contando sua história até hoje pelas ruas.

 

Feio? Bonito? Alguém faria atualmente isso em um Passat? Tanto faz… O mais importante é ter o registro de um quase extinto acessório.

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

Passat Flash na estrada

Passat Flash na estrada!

E o flagra de hoje é quase em tempo real… O meu amigo Pedro Ruta ...

6 comentários

  1. Cara foi exatamente este carro que ví na avenida aricanduva ano passado, e como estava indo a um casamento e atrasado, não deu para fazer o retorno e ir atrás!
    Belo registro, parabéns!
    Gostaria de saber se a placa é de Itatiba ou da capital!

  2. Uma vez eu vi um na avenida Aricanduva na zona leste de SP sem o vidro traseiro mas não consegui para pra conversar com o dono pois ele estava no fluxo contrario ao meu

  3. Talvez se tivesse uma janelinha extra. A visibilidade deve ser bem comprometida pelo acessório. As ângulos das linhas da janela traseira também foram ignorados no desenho do acessório. Enfim, ideia boa, porém, mal executada.

  4. Feio, mas tem seu valor histórico. Merecia ser salvo!

  5. Alguém me indica algum lugar para restaurar o meu passat 1980, moro em SP/ Capital?
    quero buscar a placa preta…kkk

  6. A Dacon tb produziu essa tampa para o Gol

Deixe uma resposta