Home / Corridas / 12 Horas de Goiânia, 1987

12 Horas de Goiânia, 1987

Os anos 80 foram de grande participação dos Passat no automobilismo brasileiro. Torneio Passat, Hot Car (a antiga Divisão 3, motivo do nosso último post), Campeonato Brasileiro de Marcas, torneios estaduais e regionais… Praticamente todas as categorias que o regulamento permitisse, havia um Passat alinhado no grid para a largada. Uma das mais desgastantes provas do Campeonato Brasileiro de Marcas de 1987 foram as 12 Horas de Goiânia.

A prova, válida pela sexta etapa do campeonato, teve largada às 0:00 do dia 23 de agosto, um domingo, terminando ao meio-dia. Um desafio não apenas para os pilotos que participaram da prova, mas também para os carros.

12 Horas de Goiânia - Jornal dos Sports
O Jornal dos Sports do dia 24 de agosto de 1987 trazia a notícia da supremacia dos Passat na prova de longa duração.

A dificuldade da prova pode ser percebida nos relatos das publicações da época. Dos 29 carros que largaram,  apenas 14 conseguiram completar a prova. Entre os carros com motor turbo, problemas principalmente de câmbio e freio. Os Escort da Equipe Greco, por exemplo, tiveram que parar nos boxes três vezes para a troca das pastilhas de freio. Mesmo o Passat turbo do trio Ingo Hoffman, Rogério dos Santos e Walter Travaglini apresentou problemas, abandonando a prova por conta do rompimento de uma mangueira de água.

No final, vitória da dupla Xandy Negrão e Toni Rocha, que completaram 388 voltas em 12h01min27s, com média de velocidade em 123,746 km/h. Em seguida Toninho da Matta e Gunnar Volmer completaram 387 voltas com mais um Passat com motor aspirado. O carro turbinado com melhor posição foi o Uno do trio Clemente Faria, Vinícius Pimental e João Aguiar, que completou 385 voltas. Outro Uno turbo, de Chico Serra e Garcia, completou 379 voltas e chegou na 4ª posição.

 

Fechando a prova na 5ª colocação, tivemos o Escort de Luiz Rosenfeld, Denísio Casarini e Edmar Ferreira, com 377 voltas completas. Entre os 10 primeiros, o Passat também conquistou os 7º, 8º e 9º lugares, todos com motores aspirados. Um público estimado de 25.000 pessoas esteve no autódromo para assistir as 12 Horas de Goiânia de 1987 ao longo de toda a duração da corrida.

12 Horas de Goiânia 1987 - Passat
Anúncio veiculado pela VW após as 12 Horas de Goiânia

No dia seguinte a corrida, o carioca Jornal dos Sports estampava a notícia “Passat é o melhor em Goiânia”. E com metade dos 10 primeiros colocados sendo Passat, a Volkswagen não perdeu a chance de usar o fato a seu favor. Na semana seguinte, um anúncio em jornais de grande circulação nacional exaltava a resistência do Passat, dizendo que “foi comprovado nas pistas o que já está mais do que provado nas ruas”.

Uma época em que o automobilismo nacional ainda era um bom diferencial pra aumentar as vendas…

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

Copa Shell 1989

Copa Shell em Jacarepaguá, 1989

O Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos teve dez etapas ao longo do ano de ...

Um comentário

  1. Olá! Gostaria de saber a lista de posições e dos carros com pilotos, das 12 horas de Goiânia do Brasileira de marcas, tenho como saber? Obrigado.

Deixe uma resposta