Home / Cidadão do Mundo / Cidadão do Mundo: Passat L 1977

Cidadão do Mundo: Passat L 1977

Começamos a semana com mais um “Cidadão do Mundo”, dessa vez em seu país de origem. Este incrível Passat L 1977 está a venda na Alemanha. É o último ano antes do facelift dos modelos alemães. O carro impressiona pelo seu estado de conservação, tanto na pintura quanto do interior. Uma das principais diferenças que os leitores podem notar entre este exemplar alemão e os nossos, é a presença de polainas plásticas nas extremidades dos pára-choques. Essa peça foi utilizada na Alemanha desde 1975, enquanto aqui só foi utilizada a partir dos modelo 1979. Essas peças, porém, são bem menores do que as utilizadas nos modelos brasileiros.

Passat L 1977
O incrível Passat L 1977 a venda na Alemanha e, no detalhe, os frisos ao redor da grade como usados aqui nos modelos TS, LSE e 4M até 1978.

Outra diferença notável entre este exemplar e os seus equivalentes brasileiros são os frisos externos da grade, iguais aos utilizados aqui pelos TS, LSE e 4M até 1978. O teto solar de chapa é outra característica interessante, mas não chega a ser raro por lá.

Passat L 1977
O exemplar é equipado com teto solar de chapa e motor 1.5.

O interior deste Passat L 1977 acompanha o excelente estado da carroceria. Possui as forrações em tonalidades de azul e painel e demais detalhes em preto. É uma combinação de muito bom gosto, com pouco risco de desagradar um possível comprador. É curioso notar a posição da chave de contato no painel, o que leva também a diferenças no acabamento do comando de seta. O próprio comando, aliás, se mostra diferente do usado nos modelos brasileiros, usando alavancas finas.

Passat L 1977
O interior deste Passat L 1977, com a chave de contato no painel, diferente dos modelos brasileiros.

O motor é o 1.5 e as diferenças visuais no cofre do motor são pequenas quando comparados aos modelos brasileiros. O anúncio informa que este exemplar rodou apenas 71.750 km. Uma km bastante compatível com tudo o que podemos ver nas fotos. O valor é de 7900 euros. Pelos valores de hoje, esse carro está sendo vendido por um valor em torno dos R$31.000.

 

Apesar de ter mais semelhanças do que diferenças com os modelos produzidos no Brasil, é o tipo de carro que faz falta em coleções e eventos por aqui. Assim seria possível observar mais detalhes entre os carros produzidos na mesma época nos dois países. Entretanto, o alto custo de importação e impostos acaba desestimulando a vinda desses exemplares para o Brasil.

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

Passat Iraque 1988 no Chile

Iraque no Chile

E o Cidadão do Mundo chegou ao Chile! Um país onde o número razoável de ...

Deixe uma resposta