Home / Geral / A irmã que faltava

A irmã que faltava

O nosso post da última terça-feira (clique aqui para ler) trouxe um Passat transformado bem diferente. Um carro alongado, uma traseira enxertada de Escort XR3 conversível e de resultado pouco convencional. Lembrei no dia sobre fotos de um carro bem parecido que eu havia perdido as fotos. E o amigo Paulo Perez veio ajudar e envia as fotos deste post. Ele também não se lembra a origem das fotos, então se você é o autor, por favor avise para que possamos dar os créditos. Por não sabermos a origem, também não temos a época das fotos, assim como a localização do carro, ou mesmo se ele ainda existe.

Passat transformado em perua
Traseira de Elba, carroceria alongada: um resultado no mínimo estranho.

O carro em questão é uma perua que guarda muitas semelhanças com a misteriosa versão 3 volumes. Pra começar, a distância entre eixos maior que a de um Passat convencional. Depois, a mesma coluna larga entre as portas dianteira e traseira. Há os detalhes em preto abaixo dos frisos (que sobraram) laterais e também ao redor dos vidros laterais. Além disso, a altura e até as rodas são as mesmas.

Passat transformado em perua
Um resultado, no mínimo, muito curioso. Mas certamente sem qualquer harmonia no desenho.

De diferente, está o fato da carroceria ser de uma SW (ou perua, break, como queiram), e dessa vez a traseira enxertada ser de uma Elba. Até as laterais dos pára-choques traseiros tiveram que ser alongados em mais um enxerto. O resultado de tudo é o que podemos ver nessas fotos. Infelizmente não temos a placa pra fazer uma consulta ao Sinesp e conferir o ano e modelo originais deste ex-Passat.

Em resumo, tudo leva a crer que a mesma pessoa ou empresa realizou essas modificações. E não são modificações simples ou rápidas. Alongar um carro, fazer um corte no meio da carroceria, fazer uma nova coluna B, enxertar um novo teto, traseira… Tudo isso leva tempo, exige uma certa dose de paciência. Fico curioso em saber qual era a real intenção de quem projetou essas modificações e se os objetivos foram alcançados.

Enfim, fica o mistério sobre este Passat transformado, e espero que um dia alguém consiga nos ajudar a esclarecer.

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

La Passat Automatique - O Passat com câmbio automático

Passat automático 1974

O assunto de deste post desperta a curiosidade de parte dos admiradores brasileiros do Passat ...

Um comentário

  1. Guilherme Passateiro

    é, ficou muito feio. mais um passat destruido. estou de luto..

Deixe uma resposta