Home / Pra lá de Bagdá / O belo interior bege do Passat Iraque

O belo interior bege do Passat Iraque

E as imagens de hoje são um oferecimento do amigo Ingo Dittmar, que sempre contribui com a Home-Page do Passat. Diretamente do Iraque, vieram fotos para aumentar a nossa seção Pra lá de Bagdá. Desta vez, os registros mostram o incrível interior bege do Passat LSE destinado a exportação para aquele país.

Passat Iraque com interior bege
Um sobrevivente da rara configuração com interior bege.

O Passat em questão é um modelo 83/84. Sua cor é Vermelho Calipso, que uma das mais comuns para o Passat Iraque. Por ser um registro difícil, e arrisco a dizer que seja o único até agora, do interior bege do Passat destinado ao Iraque, é possível supor que mesmo por lá esta opção não tenha sido comum. No Brasil, apesar do interior em tons de bege ou marrom ter sido bastante comum até a linha 1980, tornou-se raro depois disso.

A princípio, o único registro em publicações de época que temos de interiores desta cor se dá em um teste do Passat GTS Pointer 1984, na revista Auto Esporte, que futuramente será publicado em nosso site. E, mesmo quando havia esta opção, ela não era possível em todas as opções de cor da carroceria, incluindo o vermelho. Este tipo de combinação, considerada mais exótica para os padrões brasileiros da época, acabava sendo disponível, quando possível, apenas para o mercado externo.

Interior bege do Passat LSE
O interior bege do Passat LSE que ainda sobrevive no Iraque.

Não encontramos nos demais materiais de referência nenhuma menção a esta cor sendo oferecida no mercado interno, apesar de ser de conhecimento geral que ela continuou a ser produzida, no mínimo, para os modelos de exportação. Um Passat LSE 1984 produzido para exportação, possivelmente para países da América do Sul (contava com todos os adesivos do cofre do motor em espanhol), numa bela configuração de carroceria na cor Bege Vime e interior também bege, foi anunciado a mais de 10 anos em um site de leilões e talvez alguém ainda se recorde deste fato. Infelizmente não temos mais as imagens.

E aqui mesmo em nosso blog publicamos alguns registros do interior bege do Passat, ambos 1981, em unidades Made in Brazil que sobrevivem no Peru e Uruguai. É possível até que algum dos Passat que aparecem nesta foto de 1985 no Iraque tenha o interior como o do exemplar apresentado neste post.

O interior em tecido xadrez para o Passat LSE, assim como conhecemos bem nos Passat destinados ao Iraque e Nigéria, por exemplo, já era citado na revista Auto Esporte de Fevereiro de 1983, no teste comparativo com o Del Rey Ouro. As opções de cores, porém, não foram citadas.

Interior bege do Passat LSE
O banco traseiro e o registro de que este Passat ainda possui manual do proprietário e também do rádio Bosch.

Voltando ao exemplar do post, as fotos recebidas mostram um carro bem conservado. Algumas coisas, claro, não são mais como novas. As manivelas dos vidros já não estão em perfeito estado, a capa do pedal da embreagem foi amarrado, entre outros pequenos detalhes que não devem ser fáceis de resolver no Oriente Médio por falta de peças de acabamento. Mas ainda assim o estofamento dos bancos está preservado de uma maneira impressionante.

E deixamos novamente os leitores com vontade de repatriar um Passat brasileiro, porém “criado desde a infância” a muitos km daqui…

Sobre Grigorevski

Fundador da Home-Page do Passat e presidente do Passat Clube - RJ.

Confira também

Encontro de Passat no Iraque

Encontro de Passat no Iraque

O que nós trazemos hoje é um, para nós, improvável encontro de Passat no Iraque. ...

2 comentários

  1. O carro está muito bom!!

    A combinação de cor externa e interna é incomum mesmo. Eu já vi ao menos uns 03 LSE Paddock com a interna bege, idêntica a este. No caso, os carros eram todos bege metálico, numa combinação bem discreta.

Deixe uma resposta